O ex-agricultor maranhense consagrado jóquei número 1 da Inglaterra sob aplausos da rainha

vemvercidade 01 Nov, 2017 08:52 - Atualizado em 01 Nov, 2017 09:03 bbc
O maranhense Silvestre de Sousa conquistou recentemente seu segundo título de Champion Joquey do Reino Unido, dado ao jóquei com maior número de vitórias no ano
Dan Abraham/Great British Racing O maranhense Silvestre de Sousa conquistou recentemente seu segundo título de Champion Joquey do Reino Unido, dado ao jóquei com maior número de vitórias no ano

"Se você tem o Messi ou o Ronaldinho no seu time, quem você vai chamar pra bater o pênalti? É a mesma coisa na corrida de cavalo", diz Silvestre de Sousa, 36, lembrando das vezes em que, anos atrás, frustrado e acreditando em seu potencial, era deixado de lado em importantes corridas de cavalo na Inglaterra.

O maranhense gosta das comparações com futebol; e sabe que, no Reino Unido, o esporte com corrida de cavalos é uma paixão nacional, enquanto tem um alcance relativamente pequeno em seu país natal.

Hoje, seria titular absoluto e o artilheiro do time. No sábado, 21 de outubro, "Silvester de Suza", como pronunciam os britânicos, foi agraciado, pela segunda vez, com o mais importante título do país dado a jóqueis de corridas rasas (sem obstáculos), o Stobart Champion Flat Jockey.

O ganhador é sempre o jóquei com o maior número de vitórias no ano. Como Silvestre obteve 155 vitórias e não pôde mais ser alcançado pelo rival, recebeu o título antecipado em um badalado evento de turfe no hipódromo de Ascot, o British Champion Day, que contou com participação da rainha Elizabeth 2ª.

O primeiro título veio em 2015, quando venceu 132 corridas.

"O tratamento que agora me dão mudou muito nos últimos dez anos. Sabem que ninguém vira campeão do, como se diz em português?, do dia pra noite?", diz ele com sotaque carregadíssimo em inglês à BBC, por telefone, do Maranhão, para onde viajou no dia seguinte para ver a família.

"Eu estava mais confiante neste ano, tive uma boa vantagem. É resultado de muito trabalho, ôquey? Monto quase todos os dias, treino muito, igual no futebol", fala. "E sou o primeiro latino-americano a ganhar competição em grupo e estatística no turfe aqui no UK [United Kingdom]. Estou muito feliz."




Noticias relacionadas