Robinho é condenado a 9 anos de prisão na Itália por violência sexual

vemvercidade 23 Nov, 2017 15:39 - Atualizado em 23 Nov, 2017 15:46
Caso aconteceu em 2013
Foto: GETTY IMAGES Caso aconteceu em 2013

A Justiça de Milão decidiu que Robinho deve cumprir nove anos de prisão por 'violência sexual em grupo'. O caso teria acontecido em 2013, quando o atacante, atualmente no Atlético-MG, jogava pelo Milan. As informações são do diário La Gazzetta dello Sport.

O abuso teria acontecido sobre uma jovem albanesa, na época com 22 anos, em uma discoteca. O jogador, que atuou pela seleção brasileira na Copa de 2010, foi acusado do crime com outras cinco pessoas.

Em 2014, quando o caso veio à tona, Robinho já havia desmentido as acusações. Atuando pelo Santos, ele afirmou que tudo era "muito triste".


Em 2009, o atacante foi detido por suspeita de violência sexual, quando jogava pelo Manchester City. O jogador se livrou das acusações após investigação da polícia inglesa, que constatou a ausência de indícios que incriminassem o atleta. Concluiu-se, então, que a suposta vítima estava mentindo.

O sistema de Justiça da Itália permite várias instâncias de recurso. De acordo com a imprensa do país, o veredito é colocado em espera até que todo o processo seja finalizado. A princípio, o Brasil não extradita os seus cidadãos. 




Noticias relacionadas