'A prostituição é uma doença da humanidade', diz Papa

vemvercidade 29 Jul, 2019 17:12 - Atualizado em 29 Jul, 2019 17:14 Metro 1
O pontífice ainda afirmou que "ninguém pode ser colocado à venda"
Foto: Reprodução O pontífice ainda afirmou que "ninguém pode ser colocado à venda"

A prostituição é uma "doença da humanidade", segundo estimou o Papa Francisco no prefácio de um livro, no qual se refere a "um vício repugnante" que reduz as mulheres a escravas, de acordo com um texto publicado hoje (29) no jornal italiano "La Repubblica".

"[A prostituição] É uma doença da humanidade, um modo equivocado de pensar a sociedade. Libertar esses pobres escravos é um gesto de misericórdia e um dever para todos os homens de boa vontade. O seu grito de dor não pode deixar indiferentes os indivíduos e instituições", aponta o pontífice.

O Papa Francisco ainda afirmou que "ninguém pode ser colocado à venda". "Ninguém deve olhar para o outro lado ou lavar as mãos do sangue inocente derramado nas ruas do mundo", concluiu