Cidade mais pobre do país fica na Bahia, aponta IBGE

vemvercidade 15 Dez, 2017 11:40 - Atualizado em 15 Dez, 2017 11:52
A cidade do semiárido baiano gerou apenas R$ 3.369,79 de riqueza por habitante.
Reprodução A cidade do semiárido baiano gerou apenas R$ 3.369,79 de riqueza por habitante.

O município de Novo Triunfo, localizado no Nordeste da Bahia, ficou com o título de cidade mais pobre do Brasil, de acordo com a pesquisa Produto Interno Bruto dos Municípios 2015, divulgada nesta quinta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A cidade do semiárido baiano gerou apenas R$ 3.369,79 de riqueza por habitante. Para efeito de comparação, o PIB per capita brasileiro (ou seja, a média nacional) naquele ano foi de R$ 29,3 mil. 

"O município Novo Triunfo (BA) com R$ 3.369,79 apresentou o menor PIB per capita em 2015. Observa-se que nesse município a Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social participava com 65,7% do valor adicionado bruto total", destaca a pesquisa, ao justificar a posição (5.570ª) ocupada pela cidade baiana, que se emancipou em 1989.

O maior PIB dos pais é do município de Presidente Kennedy, no Espírito Santo, que registrou, em 2015, R$ 513.134,20 de riqueza por morador. Em segundo lugar, aparece Paulínia, em São Paulo, com R$ 276,9 mil. 

Já o município baiano mais bem colocado no ranking é São Francisco do Conde, no Recôncavo, que ocupa agora o 8º lugar. Ela tem em comum, com boa parte dos municípios que estão no topo da lista, uma baixa densidade demográfica e a presença de uma indústria de petróleo ou refino.

Confira os rankings da Bahia e do Brasil na pesquisa do IBGE.




Noticias relacionadas