Grêmio vence o Pachuca na prorrogação e vai à final do Mundial

vemvercidade 12 Dez, 2017 20:13 - Atualizado em 12 Dez, 2017 20:23 G1

O JOGO

Quem esperava que acabar com o planeta seria tarefa fácil, se enganou. Em um confronto árduo, com altíssimo ar de dramaticidade, o Grêmio reuniu forças para vencer o Pachuca por 1 a 0 no Estádio Hazza Bin Zayed, na tarde desta terça-feira (noite em Al Ain), e mantém a rota para o bi mundial, nos Emirados Árabes. O único e sofrido gol saiu só na prorrogação, anotado por Everton. O atacante aproveitou assistência de lateral e fez os milhões de gremistas pelo mundo berrarem alto pelo sonho da taça do Mundial de Clubes.

PRIMEIRO TEMPO

O Grêmio sentiu a falta do lesionado Arthur. Com Jailson e Michel mais posicionados, Luan precisou movimentar-se além da conta para armar o time. Mas faltou parceria. Enquanto isso, o Pachuca controlava a bola, sem arriscar. O Tricolor só assustou em cobranças de falta de Edílson e Fernandinho. Os mexicanos quase marcaram em duas oportunidades, ambas com Honda, que adentrou a área tricolor e acabou parado por cortes providenciais de Bruno Cortez.

SEGUNDO TEMPO

O jogo seguiu na mesma batida, com o Pachuca segurando a bola, e o Grêmio sem inspiração para criar. Em um dos tantos erros de passe, Urretaviscaya aproveitou para bater colocado para defesa de Marcelo Grohe. Luan respondeu com chute venenoso, espalmado no cantinho por Pérez. A partida ganhou ares de nervosismo. Edílson bateu falta com perfeição, mas a bola beijou a rede pelo lado de fora. Aos 34, Guzman raspou de cabeça e tirou Grohe da jogada. Mas a bola passou a milímetros da trave. No fim, Luan ainda não conseguiu dominar após desvio de Jael em lance de escanteio.




Noticias relacionadas