PF conclui inquérito contra Geddel e Lúcio e vê indícios de associação criminosa

vemvercidade 28 Nov, 2017 17:42 - Atualizado em 28 Nov, 2017 17:43
Há indícios de lavagem de dinheiro e associação criminosa cometidos pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima e pelo deputado Lúcio Vieira Lima.
Reprodução Há indícios de lavagem de dinheiro e associação criminosa cometidos pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima e pelo deputado Lúcio Vieira Lima.

A Polícia Federal concluiu o inquérito sobre os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento ligado ao ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e ao seu irmão, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, ambos do PMDB.

Segundo o portal G1, a PF concluiu que há indícios suficientes de crime de lavagem de dinheiro e associação criminosa por cinco pessoas.

Além de Geddel e Lúcio, são apontados o ex-assessor do deputado federal, Job Ribeiro; a mãe dos peemedebistas, Marluce Vieira Lima, e o ex-diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz.

O relatório do inquérito, com as conclusões, foi enviado ao gabinete do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Edson Fachin, relator do caso. O próximo passo é a Procuradoria Geral da República decidir se denuncia ou não os envolvidos.




Noticias relacionadas