PRF apreende mais de uma tonelada de maconha escondida em carga de esterco na Bahia

vemvercidade 30 Nov, 2018 09:52 - Atualizado em 30 Nov, 2018 10:06 G1 Bahia
Polícia informou que droga está avaliada em R$ 23 milhões. Três pessoas foram presas durante apreensão que ocorreu na BR-116, em Jequié.
Divulgação Polícia informou que droga está avaliada em R$ 23 milhões. Três pessoas foram presas durante apreensão que ocorreu na BR-116, em Jequié.

Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu aproximadamente uma tonelada e meia de maconha que estava escondida em meio a uma carga de esterco, dentro de um compartimento da carroceria acoplada a um caminhão. Três pessoas foram presas.

O flagrante ocorreu na tarde de quinta-feira (29), durante uma fiscalização da PRF no Km-677 da BR-116, em Jequié, sudoeste da Bahia. O motorista do caminhão, um homem de 39 anos, informou à polícia que recebeu, em Toledo (PR), 1.540 tabletes de maconha, pesando aproximadamente um mil e quatrocentos quilos. A PRF informou que a droga está avaliada em R$ 23 milhões. 

O motorista disse que a droga seria levada para Jequié e, na cidade, o homem receberia mais informações a respeito do destino final da droga. Além disso, ele disse que receberia R$ 10 mil pelo transporte do entorpecente.

A PRF detalhou que encontrou a droga após os agentes abordarem um veículo que estava transportando carga de esterco de galinha para fiscalização. Na ocasião, os policiais perceberam o nervosismo do motorista e realizaram uma vistoria minuciosa no semi-reboque, foi quando eles perceberam indícios de alteração na estrutura da carroceria do caminhão.

Após retirada da carga de esterco foi visualizado um compartimento oculto no assoalho da carroceria, onde foi encontrada a droga.

Depois que os policiais encontraram a droga, o homem disse que estava sendo monitorado por um "batedor" que passava para ele as informações, através do celular, do trajeto e condições de fiscalização da rodovia.

Posteriormente, os policiais conseguiram identificar uma caminhonete em atitude suspeita no trecho da rodovia, conduzida por um homem e com uma mulher como passageira. Ambos informaram que foram contratados por uma pessoa, a qual não souberam identificar, para realizar o serviço de "batedor".

O motorista da caminhonete disse que recebeu R$ 1,5 mil para fazer o serviço. As três pessoas e a droga apreendida foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil em Jequié.