Programa ‘Rastreamento do Câncer de Mama’ atende mulheres de Quijingue, Queimadas, Nordestina, Araci e Monte Santo a partir deste sábado (09)

vemvercidade 08 Dez, 2017 17:27 - Atualizado em 08 Dez, 2017 17:36
Em todos os cinco municípios, o atendimento começa às 7h e prossegue até as 18h.
Foto: Governo da Bahia Em todos os cinco municípios, o atendimento começa às 7h e prossegue até as 18h.

Mais cinco municípios da Região sisaleira recebem, a partir deste sábado (9), o Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama, programa do Governo do Estado, realizado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), com o objetivo de detectar precocemente, casos de câncer de mama com a realização de exames de mamografia em mulheres de 50 a 69 anos. Desta vez, o público alvo está nos municípios de Quijingue, Queimadas, Nordestina, Araci e MonteSanto.

De acordo com o governo, 7.332 mulheres estão aptas para a realização do exame de mamografia. Em todos os cinco municípios, o atendimento começa às 7h e prossegue até as 18h. Para ser atendida, a mulher deve levar um documento de identidade, o Cartão do SUS e um comprovante de endereço.

Locais de atendimento

  • Quijingue:  A unidade móvel estará estacionada de 9 a 21 de dezembro, na Avenida São João, na Secretaria Municipal de Saúde. No município, 1.582 poderão realizar o exame de mamografia.
  • Queimadas: 880 mulheres estão dentro da faixa para a realização do exame. A unidade móvel ficará estacionada na Praça da Bandeira, em frente à Câmara de Vereadores, no período de 11 a 22 de dezembro.
  • Nordestina: O atendimento será do dia 11 ao dia 18 de dezembro. A unidade móvel ficará na Academia de Saúde, na Praça Custódia Amambahy e, 660 mulheres poderão fazer o exame
  • Araci:  A unidade móvel estaciona na Praça Nossa Senhora da Conceição, em frente à Prefeitura Municipal, no período de 13 a 30 de dezembro. Neste município, 2.100 mulheres devem fazer o exame.
  • Monte Santo: No período de 14 a 30 de dezembro, a unidade móvel ficará estacionada na Praça Monsenhor Berenguer, ao lado da Igreja Matriz. Neste município, 2.100 mulheres na faixa de 50 a 69 anos, poderão fazer o exame de mamografia.

O programa

O Saúde sem Fronteiras tem como diferencial o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando a integralidade do atendimento. Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. Este programa é uma ferramenta de acesso da mulher às ações de prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama.

De acordo com a diretora de Projetos Estratégicos da Sesab (Dipro), Jucélia Nascimento, a detecção precoce significa diagnosticar a doença o mais cedo possível, para aumentar as chances de cura e diminuir a agressividade do tratamento. “Por isso, é importante que a mulher compareça para realizar o exame de mamografia”, explicou.




Noticias relacionadas